top of page

O Lago e o Rio

Houve uma discussão entre um lago e um rio. O lago se dirigia ao rio:

“Ó rio, você é muito tolo em dar toda a sua água e riqueza para o oceano; não a desperdice assim. O oceano é ingrato e você não precisa dele. Se você continuar despejando no oceano seus tesouros acumulados, ele permanecerá tão salgado e amargo como é hoje. Mantenha todos os seus tesouros com você.

Isso foi uma sabedoria mundana. Mas o rio era sábio.

Depois de ouvir isso, ele respondeu: 'Não'.

O rio continuou funcionando, despejando no oceano milhões de litros de água. O lago tornou-se miserável em três ou quatro meses; ficou pútrido, estagnado e cheio de sujeira purulenta, mas o rio permaneceu fresco e puro, suas nascentes perenes não secaram. Silenciosa e lentamente, a água foi retirada da superfície do oceano para abastecer as nascentes do rio. Monções e ventos alísios , silenciosamente e lentamente carregaram a água do oceano e mantiveram a fonte do rio sempre fresca.


(The Scientist and the Mahatma p.80)

(Contos de Hasidim de Martin Buber)



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Medo

Raio X

Comments


bottom of page